Counter strike

Ao que parece o Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor de Goiás começou ontem a recolher todas as cópias de “Counter-Strike” e “Everquest“. A sentença é válida na totalidade do território nacional, e é o resultado de uma acção civil movida pelo Ministério Público Federal. Segundo o site do Procon-GO, o FPS “Counter-Strike” e o RPG online “Everquest” foram considerados impróprios para o consumo, na medida em que são nocivos à saúde dos consumidores, em ofensa a alguns Códigos de Proteção e Defesa do Consumidor.

A EA (Electronic Arts), que distribui o Counter Strike no Brasil, informou que ainda não foi notificada da decisão judicial que proíbe a venda do jogo no país. mas afirma aguardar alguma notificação para “tomar as devidas providências”.

Só nos resta esperar que esta proibição não chegue por estes lados.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s