Kamikaze

Um kamikaze, Mitsubishi Zero neste caso, preste a colidir com o USS Missouri.

Um kamikaze, Mitsubishi Zero neste caso, preste a colidir com o USS Missouri.

Kamikaze (Kamikaze-tokkō-tai 神風特攻隊)(神風 de kami significando “deus” e kaze, “vento”) é uma palavra Japonesa — comum por ter se tornado o nome de um tufãoque se diz ter salvo o Japão em 1281 de ser invadido por uma uma frota líderada porKublai Khan, conquistador do Império Mongol . Em Japonês o nome “kamikaze” é apenas usado para designar este tufão, e neste caso, pode ser traduzido como: “Vento de Deus em prol do Japão”. Na língua inglesa, contudo, refere-se habitualmente a um ataque suicida usado pelos pilotos japoneses que combateram na Segunda Guerra Mundial.

Os pilotos japoneses arremessavam seus aviões contra os navios inimigos com a intenção de causar um dano maior que um ataque convencional com bomba outorpedos. Há um relato de um japonês que tentou colidir com um navio no seu avião mas foi abatido antes de chegar ao alvo, sobrevivendo logo após a queda no mar. Isto fez com que ele sentisse muita vergonha por não ter conseguido cumprir sua missão. Hiroyoshi Nishizawa o maior piloto do Japão ofereceu-se como voluntário para uma missão Kamikaze mas sua oferta foi recusada.

Cerca de 2.525 pilotos morreram em ataques kamikaze, causando a morte de 4.900 soldados aliados e deixando mais de 4 mil feridos. O número de navios afundados é controverso. A propaganda japonesa da época divulgava que os ataques conseguiram afundar 81 navios e danificar outros 195. A Força Aérea Americanaalega que 34 barcos afundaram e 368 ficaram danificados[1].

Obs: Os capacetes utilizados pelos kamikazes não serviam para a proteção, mas sim para a comunicação, uma vez que os rádios se localiza nos capacetes.